DIA DA ÁRVORE FOI DEDICADO À EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM TRINDADE

21 de setembro de 2022 - Administração

Alunos do Projeto Escola no Parque aprenderem que árvores refrescam o meio onde vivem, dão sombra para eles, seguram o vento, e ainda preservam a umidade do ar. Depois, meninos e meninas foram com as instrutoras para as trilhas do Parque Maria Perillo até os pontos escolhidos para o plantio das mudas de ipês, jacarandás, entre outras espécies do Cerrado, tudo para marcar o 21 de Setembro, Dia da Árvore, finalizado com piquenique

Dedicado a difundir a conservação das florestas, matas nativas e todas as árvores que dão sustentabilidade aos biomas, como o Cerrado, o dia 21 de setembro, Dia da Árvore, foi dedicado à Educação Ambiental em Trindade. A Prefeitura enfatizou a data com aula teórica e prática no Parque Ecológico Maria Perillo.

Crianças matriculadas na 3ª série da Rede Municipal de Ensino, na Escola Municipal Juvenil Ricardo de Freitas, tiveram aula teórica e depois aplicaram o que foi ensinado no plantio de mudas dentro do parque.

Depois de aprenderem que árvores refrescam o meio onde vivem, dão sombra para eles, seguram o vento, e ainda preservam a umidade do ar, meninos e meninas foram com as instrutoras para as trilhas do parque até os pontos escolhidos para o plantio das mudas de ipês, jacarandás, entre outras espécies do Cerrado.

Elas fazem parte do Projeto Escola no Parque, fruto de parceria das secretárias municipais do Meio Ambiente e de Educação de Trindade, que este ano atende todas as crianças do 3º ano da rede, “mostrando a importância de preservar o bioma”, e que poderá ser estendido a mais séries no futuro.

Em determinado ponto do projeto, os alunos envolvidos vão produzir conteúdo para participarem de um concurso, explica a bióloga e educadora ambiental, Vanderleia Alves.

Além da palestra, seguida de passeio pelas trilhas, com direito a explanação in loco sobre fauna e flora no trajeto, depois o plantio de mudas, os alunos desfrutaram de piquenique no meio da unidade de conservação.

O estudante Ryan Lucas Neres Magalhães contou que mora em uma chácara e queria muito aprender mais sobre o plantio de árvores, o que acabou acontecendo com a experiência no Parque Maria Perillo. Ele disse que, ao chegar em casa, ensinaria a família toda sobre tudo o que aprendeu na aula do Dia da Árvore, definida como “uma aula tão boa”.