MEMORIAL EM TRINDADE CHAMOU ATENÇÃO PARA VÍTIMAS DE TRÂNSITO

22 de novembro de 2022 - Administração

Em uma avenida de Trindade, bastante danificados por acidentes de trânsito, um carro e uma motocicleta foram cercados, nesta terça-feira (22/11), por cruzes brancas como homenagem às vítimas de colisões que ocorrem na cidade. Programação da Prefeitura foi eco ao Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito, criado pela ONU. Secretário de Segurança Pública, Juliano Reis, destacou que “a Prefeitura também busca conscientizar motoristas e transeuntes de que o trânsito mata e deixa sequelas

 

A Prefeitura de Trindade, através da Secretaria Municipal de Segurança Pública e da Superintendência de Trânsito, chamou a atenção dos trindadenses nesta terça-feira (22/11) sobre a prevenção de acidentes de trânsito no município.

Um memorial foi montado na Avenida Manoel Monteiro, uma das mais movimentadas da cidade, usando um carro e uma moto que se acidentaram gravemente, cercados de cruzes brancas, simbolizando as vítimas.

O secretário de Segurança Pública, Juliano Reis, lembrou que o trânsito faz vítimas a todo minuto, no mundo inteiro. “Então, a Prefeitura de Trindade também busca conscientizar motoristas e transeuntes de que o trânsito mata e deixa sequelas”, destacou.

Há vários anos os acidentes de trânsito são interpretados no Brasil como problema de saúde pública. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgados em setembro último, estimavam em 45 mil mortes anuais, e gastos de R$ 50 bilhões, causados por acidentes de trânsito no país.

O terceiro domingo do mês de novembro, que caiu dia 20 último, foi o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito, instituído em 2005 pela Organização das Nações Unidas para aumentar a conscientização a respeito da gravidade do problema. Em Trindade, a ação desta terça-feira foi alusiva a essa data de alerta internacional.

O comerciante Rafael Barbosa acompanhou a montagem do memorial e aprovou a ideia. “Estão ocorrendo muitos acidentes, às vezes com vítimas fatais, então é uma boa atitude da Prefeitura buscar a conscientização das pessoas”, pontuou.

A motorista Letícia Rocha foi outra que passou pelo local e lembrou do alerta “para evitar colisão, evitar bebida alcóolica antes que ocorra alguma coisa”. Ela, que teve familiares vítimas de acidentes causados por motociclistas disse que a preocupação com as motos “é ainda maior”.