PREFEITURA CADASTRA E ESTUDA SOLUÇÃO PARA COMERCIANTES DE TRINDADE DESPEJADOS DE ÁREA ESTADUAL

7 de fevereiro de 2022 - Administração

Ao saber do ocorrido, o prefeito Marden Júnior determinou às áreas técnicas da Indústria,  Comércio e Serviços e de Planejamento Urbano, Habitação e Regularização Fundiária, um  levantamento da situação com o objetivo de remediar o drama dos comerciantes afetados. Grupo veio até Prefeitura na manhã desta terça-feira (08/02) 

 

Sob a coordenação da Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Serviços, técnicos da área e da Secretaria de Planejamento Urbano, Habitação e Regularização Fundiária começaram na segunda-feira (07/02) a cadastrar os comerciantes que foram desalojados após reintegração de posse em área do Colégio Estadual Dom Prudêncio. Seis comerciantes sofreram despejo.

Os atingidos estiveram na manhã desta quarta (08/02) no Centro Administrativo Prefeito Pedro Pereira da Silva onde foram recebidos pelo secretário da Indústria, Comércio e Serviços, Gustavo Queiroz, a secretária de Planejamento Urbano, Habitação e Regularização Fundiária, Tayná Galindo, e iniciaram seus registros como microempreendedores individuais (MEIs), como passo inicial para obter ajuda e voltar ao comércio.

 

Na segunda-feira, ao saber do ocorrido, o prefeito Marden Júnior determinou às áreas técnicas um levantamento da situação com o objetivo de remediar o drama dos comerciantes. Gustavo compareceu pessoalmente para dialogar com os atingidos.

“Fizemos o cadastro destes comerciantes, vamos chamar um por um a partir desta semana para identificar o tamanho da loja e o segmento de cada, para não deixá-los desamparados”, afiançou.

O secretário destacou ainda que a ordem judicial levada pelos oficiais de Justiça em favor do Estado tinha que ser cumprida. “Não se discute cumprir a lei, estamos aqui para dar o apoio necessário aos comerciantes que ficaram ali tantos anos e agora estão lesados. O município não ficará omisso com eles”, completou.