Obras do Viaduto da Fé representam um desafio a mais na segurança de moradores e romeiros. Iluminação da rodovia e orientação de pedestres são outros pontos de atenção

 

A Prefeitura de Trindade, por meio da Secretaria de Segurança Pública, recebeu nesta terça-feira (14/05) representantes da Equatorial, da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) e da Polícia Militar de Goiás, para discutir a segurança do município durante a Romaria de 2024.

Entre os pontos mais preocupantes estão a obra do Viaduto da Fé, na GO-060, que não estará concluída antes dos festejos; e a garantia da mobilidade e da visibilidade do trecho, tanto para motoristas quanto para pedestres, carreiros, cavaleiros e muladeiros.

A Goinfra prevê a paralisação e o fechamento da obra com tapumes aproximadamente uma semana antes do início da Romaria, além de iluminação dos tapumes.

“Vamos fechar a obra, canalizar o fluxo do pedestre para que tenha a maior segurança possível”, declara a diretora de segurança viária da Goinfra, Alessandra Marques.

A Rodovia dos Romeiros em si também é um ponto que pede atenção. Uma das demandas do município é o restabelecimento da iluminação total da rodovia, que atualmente conta com um trecho de 1 quilômetro não iluminado. Essa é uma queixa constante que se intensifica durante o período da Romaria. A responsabilidade de manter a iluminação da Rodovia dos Romeiros se divide entre a Prefeitura de Trindade e o Estado de Goiás, enquanto a estrutura cabe à Equatorial.

Em relação ao trânsito nas proximidades do Portal da Fé, a Polícia Militar prevê a instalação de uma base para permanência constante de policiais, uma estratégia já adotada em edições anteriores. A partir daí, o efetivo da polícia planeja o monitoramento do trânsito para evitar congestionamentos nos dois retornos próximos ao viaduto e a possível interdição dos retornos, com direcionamento dos veículos para a rotatória.

A Polícia Militar também se incumbe da missão de acompanhar os carros de boi na travessia e fazer a interrupção do trânsito e orientar os pedestres, especialmente nas proximidades do canteiro de obras do viaduto.

Uma das possibilidades oferecidas pela Prefeitura para um maior suporte aos romeiros, por meio da Secretaria de Comunicação, é a de oferecer sinalização e comunicação específica em relação aos pontos de travessia da Rodovia dos Romeiros.

O público estimado para a Romaria deste ano é de 3 milhões de pessoas.